Rodízio de pneus: entenda o que é e quando fazer

Independentemente das dúvidas que existem sobre o desgaste dos pneus, o rodízio é recomendado, pois não existe desgaste uniforme entre os dianteiros e traseiros. Até mesmo porque a maioria dos veículos possui tração dianteira, o que torna sua durabilidade menor em relação aos outros.

 

O que é o rodízio de pneus? 

É a troca de posição entre os pneus dos eixos dianteiro e traseiro para garantir que a borracha se desgaste de forma similar, equilibrando os gastos. Assim, você contribui para a “saúde” dos pneus e promove um aumento na vida útil de forma notável. Verifique se o estepe possui as mesmas medidas das demais rodas. Se possuir, não deixe de incluí-lo.

 

Por que devo fazer?

Para que a vida útil dos pneus seja otimizada, proporcionando mais estabilidade e aderência, o que ajuda na hora de fazer curvas e frenagens com o veículo, além de interferir positivamente no consumo de combustível.

O rodízio de ajuda a controlar o desgaste dos pneus.

Quando devo fazer?

O desgaste acontece devido a diversas forças exercidas nas trações do veículo, como: rotações do volante, acelerações, frenagens e torque do motor. Por isso, é importante ficar de olho na marcação de banda de rodagem do pneu. Isso é importante tanto para os momentos de troca quanto de rodízio de pneu.

Para saber quando é a hora de fazer o revezamento, o ideal é verificar no manual do proprietário, pois varia entre carro e tipo de pneu. Caso não tenha uma recomendação, o indicado, em geral, é entre 5 mil e 10 mil quilômetros.

Como é realizado o rodízio?

Depende do tipo de tração do veículo.

Tração dianteira: o mais utilizado é trocar as rodas traseiras pelas da frente sem que haja mudança dos lados.

Tração traseira: em formato de “X”. Os pneus dianteiros vão para os traseiros de forma cruzada, contudo, os traseiros vão para frente sem mudar os lados.

Tração 4×4: formando um “X” completo. Os dianteiros trocam de lugar com os traseiros.

Vale lembrar que você não deve tentar fazer a troca em casa ou improvisar com algumas ferramentas, nem trocar apenas um dos pneus. O recomendado é que os revezamentos sejam feitos sempre em pares. Procure profissionais que têm total entendimento e capacidade para ajudar a tirar suas dúvidas e realizar o serviço.

Outras dicas também são importantes frisar para acompanhar o rodízio de pneus, como: calibragem regular e manutenção do alinhamento e balanceamento. Para conferir mais dicas como essa, fique ligado no nosso site.

Share

Leave comment