O que é o balanceamento dos pneus e quando fazer?

O balanceamento dos pneus, muitas vezes, é confundido com o alinhamento. Ambos são feitos nas rodas do carro, mas se tratam de duas situações distintas. É natural que surja, então, a pergunta: quando fazer o balanceamento? E o alinhamento? E para que serve cada um deles?

O alinhamento serve para ajustar os ângulos das quatro rodas, de forma que fiquem paralelas entre si e perpendiculares ao piso. Garante que o carro tenha mais estabilidade na estrada, tanto em trajetos retos quanto nas curvas. Já o balanceamento trabalha com o giro das rodas e estabelece a divisão o peso do veículo em cada uma delas.

Essas são apenas algumas das dúvidas que vão se passar pela sua cabeça. Nesse momento, é natural que você se preocupe não apenas em economizar dinheiro, mas também em garantir a durabilidade do seu veículo e a sua segurança como condutor.

Neste texto, vamos dar um foco maior ao balanceamento dos pneus. Descubra agora o que é o balanceamento e quando fazer:

O que é balanceamento?

Manter os pneus balanceados garante uma direção mais confortável e segura. Fonte: O Sul

Podemos dizer que o balanceamento faz parte das coisas importantes que você precisa verificar em seu carro. Seu principal objetivo é garantir que o pneu não desgaste muito rapidamente e que você tenha maior conforto enquanto dirige.

O balanceamento é definido como um processo que equilibra as rodas e os pneus. É indicado para evitar trepidações e garantir uma direção mais estável. Pense nesse procedimento como algo feito para dividir o peso do veículo de forma igual entre as quatro rodas.

Para realizar a correção e deixar o carro balanceado, são usados equipamentos de precisão. Pesos são colocados nas rodas desequilibradas para que voltem a se igualar.

Essa manutenção é importante para evitar acidentes, principalmente na estrada. Quando o veículo está desbalanceado, trepida bastante, em especial quando se está dirigindo a mais de 50Km/h.

Quando devo fazer?

O momento ideal de quando fazer o balanceamento varia de acordo com o uso do veículo. Quem roda mais na cidade pode não precisar visitar o mecânico tão frequentemente, mas quem roda constantemente na estrada talvez sinta maior necessidade de balancear os pneus.

De qualquer forma, é indicado fazer esse procedimento:

  • Sempre que notar qualquer trepidação e desconforto ao dirigir, de forma que o veículo se torne difícil de manter na estrada;
  • Na primeira revisão completa do carro;
  • Após rodar os primeiros 10 mil Km (vale consultar o manual do veículo; alguns podem exigir que o balanceamento seja feito antes dos 10 mil Km);
  • A cada 10 mil Km rodados;
  • Após trocar os pneus;
  • Em caso de reparos efetuados nos pneus ou na câmara;
  • Quando houver substituição de peças como pastilhas de freios, rolamento das rodas e peças de suspensão;
  • Sempre que levar o veículo para revisão.

Algumas situações vividas na estrada, como descer e subir guias das calçadas em alta velocidade ou passar frequentemente por buracos e estradas irregulares, podem exigir que o veículo passe pelo balanceamento.

Para verificar se o processo será necessário, observe como está a direção nos próximos dias após ocorrerem as situações descritas acima.

Quais são os benefícios?

O principal benefício de se atentar a quando fazer o balanceamento e levar o carro para passar pelo processo é a segurança ao dirigir e a redução dos riscos de acidentes. O veículo fica mais estável, e as trepidações do volante desaparecem.

Outro grande benefício é o menor desgaste dos pneus. Se estão corretamente balanceados, vão gastar de acordo com o tempo rodado na estrada e não por estarem em constante atrito com o piso.

O conforto ao dirigir também é bastante notável. O carro fica mais leve, como se tivesse acabado de deixar a fábrica, e a direção torna-se mais fácil e prática.

A economia em médio e longo prazos pode ser vista como vantagem. Já que as revisões periódicas para balancear os pneus evitam gastos maiores com outras peças do carro que podem vir a estragar.

Por último, há também a vantagem para quem pensa em revender o veículo futuramente. Quando há esse cuidado, as peças se desgastam menos e, consequentemente, o valor de revenda é mais alto.

Isso explica por que você deve levar seu carro para manutenção e balancear os pneus sempre que for necessário. Mais do que economia financeira e ganhos futuros, sua segurança e conforto devem vir em primeiro lugar.

Quais os riscos de não se fazer o balanceamento?

É preciso prestar atenção aos sinais de quando fazer o balanceamento dos pneus, para evitar prejuízos e acidentes. Fonte: AutoBlog Ceará.

Há riscos em ignorar o quando fazer o balanceamento e não levar o carro para passar pelo processo? A resposta é sim. Inclusive porque, como você já leu em alguns parágrafos anteriores, esse processo torna a direção mais firme e segura.

Isso significa dizer que, ao ignorar os pneus desbalanceados, você pode colocar sua vida e a de outras pessoas em risco.

Outros problemas envolvem a perda de tração e estabilidade do veículo: dificuldade em manter uma trajetória; redução da vida útil da suspensão do veículo; pneus carecas com mais facilidade, entre outros.

Basicamente, todos os riscos estão ligados à dificuldade em manter a direção. Se os pneus estão desbalanceados, há trepidações no volante, os pneus desgastam mais facilmente, existe dificuldade em manter o veículo seguindo uma linha reta e outras peças vão se desgastando.

Consequentemente, dirigir um veículo que não passa pelo balanceamento há um bom tempo torna-se mais difícil e arriscado. É possível se envolver em acidentes, arriscando não apenas sua vida como a de outras pessoas que estão na estrada.

Como você pode ver, entender o que é e quando fazer o balanceamento de pneus é importante não apenas para economizar, mas também para evitar prejuízos e riscos de acidentes.

Assim como a revisão de manutenção, esse processo é essencial para garantir uma direção mais segura e confortável ao condutor. Portanto, não deve ser ignorado! Preste atenção aos sinais que seu carro dá e faça o balanceamento sempre que necessário.

Você sabia da importância do balanceamento de pneus? Continue no blog para saber mais sobre a manutenção e revisão de veículos!

Share

Leave comment