Conheça as características do pneu: saiba como identificar os dados técnicos

Onde se localizam as características de um pneu?

As características do pneu não são muito conhecidas pelas pessoas por conta de sua linguagem e localização. O problema é que elas não costumam ser informada no momento da compra ou em qualquer outra situação. Além de não haver muita divulgação sobre o assunto, muitas pessoas também não questionam o que significa aquele tanto de números e letras nas laterais dos pneus.

Nos próximos tópicos mostraremos onde está localizada cada característica do pneu, e também como interpretá-las. Pois estão indicadas apenas por números e letras e nem sempre é fácil a identificação.

Mas antes disso, vamos parar para pensar em como seria um pneu de qualidade, quais características deve apresentar para que possamos usá-lo sem termos dores de cabeça.

Os pneus precisam oferecer o máximo de segurança aos condutores e passageiros do veículo. Para isso, devemos analisar o tipo, a altura, a largura, o diâmetro, o índice de carga e a velocidade. Essas características, no entanto, também dependem do veículo no qual será utilizado, pois pneus de determinadas marcas e modelos servem para alguns tipos de veículos, mas não para outros.

Os pneus devem apresentar boa aderência ao asfalto, rodar de forma regular e com baixa resistência ao rolamento, de forma que tenham segurança e estabilidade para evitar aquaplanagem e também alto consumo de combustível.

As características do pneu podem ser visualizadas na lateral.

Os pneus também devem possuir um bom amortecimento para absorver irregularidades na pista e aumentar o tempo de vida do veículo. Devem garantir boa performance ao rodar sobre o asfalto seco ou molhado, garantindo estabilidade ao uma curva ou frenagem de emergência.

É importante lembrar que a manutenção nos pneus deve ser feita com certa frequência para aumentar a durabilidade. Cuidados simples como conduzir o veículo de forma apropriada, evitar trafegar em pistas ruins e manter os pneus calibrados podem aumentar e muito a durabilidade dos pneus.

Uma boa dica é sempre usar pneus originais e recomendados pelo fabricante do veículo, assim poderá aumentar a durabilidade dos pneus, bem como a do seu veículo.

Agora que você já sabe o que deve ser analisado para adquirir e manter pneus com qualidade, vamos analisar todas as suas características.

Como saber o que essas informações significam?

A princípio pode parecer difícil identificar as características do pneu diante de tantos números e letras, mas não se preocupe, é bem fácil. Siga as orientações abaixo de acordo com cada característica e fique por dentro desse assunto tão importante para os consumidores.

Uso do pneu (idade)

A imagem indica o local onde obter a informação da idade do pneu.

O local onde é identificada a idade do pneu é bem simples de ser identificado, fica logo após a palavra DOT, onde podemos visualizar um conjunto de quatro números. Na imagem acima, vemos o número 1116, isso significa que foi fabricado na décima primeira semana do ano de 2016.

Devemos ficar atentos a essa data pois a validade média dos pneus é de cinco anos após a sua fabricação. Um ponto importante é que mesmo que você não use o pneu durante esse prazo, ele sofrerá desgaste. Independentementede ser usado ou não, o pneu vence, então não é recomendado que você o coloque para rodar. Pode aproveitá-lo somente para estepe, caso não apresente rachaduras ou trincas.

Após o vencimento do pneu, o veículo pode ficar exposto há alguns risco se você insistir em utilizá-lo. O desempenho do carro pode ser comprometido e podem ocorrer problemas como vibração do volante com mais intensidade, o pneu pode romper em uma curva e causar acidente grave.

Simetria do pneu

Os pneus podem ser simétricos, assimétricos ou direcionais. Vamos diferenciar cada uma dessas características.

O pneu simétrico é indicado para uso em pista seca, pois a borracha possui mais aderência junto à pista. Uma característica marcante desse modelo é que uma seta indica em qual lado específico do pneu deve ser montado. É importante então ficar atento a esse detalhe antes de montar o pneu.

O pneu assimétrico são fabricados especificamente para uso em pisos molhados. Esse modelo possui sulcos que facilitam o escoamento da água, evitando assim a aquaplanagem e, consequentemente, o risco de acidentes em tempo chuvoso. Ainda sobre as características desse modelo, metade da banda de rodagem é desenhada de uma forma e o restante está em outro formato.

O pneu direcional é projetado para rodar em uma única direção, para isso o desenho na banda de rodagem tem um padrão específico.

Medidas do pneu

A medidas do pneu.

Para um melhor entendimento sobre as medidas do pneu, vamos detalhar cada numeração presente na imagem acima. Veja abaixo o que significa cada item:

  • 165: Largura do pneu em milímetros. Para veículos de passeio pode variar entre 165, 175, 185, 195 até 315. A largura influencia muito na estabilidade gerada pelo pneu.
  • 70: Relação entre altura (H) e largura (S) da seção. Quanto mais alto for esse número, mais alto será o perfil do pneu.
  • R: Indica a estrutura roda, em alguns pneus pode ser indicada por D. Normalmente os pneus do tipo R são melhores, pois possuem cintas feitas em aço, que aumentam a rigidez e consequentemente têm maior durabilidade. Os do tipo D são mais simples por não possuírem essas cintas.
  • 13: Diâmetro interno do pneu (aro) em polegadas.
  • 77: Indica o índice da carga máxima que o pneu pode suportar pode conter 2 ou 3 dígitos.
  • P: Indica a velocidade máxima que o pneu pode suportar quando estiver com a carga máxima.

Traction e temperatura do pneu

A traction indica a aderência do pneu diante de uma pista molhada. Os testes com esse pneu são realizados a partir de frenagem em pistas molhadas em linha reta e também em pistas secas. A descrição da traction é indicada pela letras AA que representa o índice mais alto, seguida das letras A, B e C que são os índices mais baixos.

Os testes são realizados primeiramente em laboratórios e medem também a temperatura do pneu ao sofrer atrito com a pista. A temperatura medida indica a resistência do pneu quando sofrer aquecimento, bem como sua capacidade de eliminar calor. Esse tipo de teste é feito porque se o pneu sofrer uma grande elevação de temperatura e não conseguir eliminar calor, pode sofrer degradação e ter pouca durabilidade ou até mesmo causar acidentes.

Velocidade e peso máximo do pneu

A velocidade do pneu é indicada na lateral por uma letra maiúscula, conforme demonstrado pela letra P, na figura do item anterior. Pode ser indica também por outras letras. Veja abaixo a velocidade de acordo com cada letra.

  • P: 150
  • Q: 160
  • R: 170
  • S: 180
  • T: 190
  • H: 210
  • V: 240
  • W: 270
  • Y: 300

Em relação ao peso máximo, é informado junto à velocidade, no caso da figura acima é 77, que é apenas um código para indicar o peso, que nesse caso é 412 kg. Caso tenha mais interesse em verificar os pesos e códigos, existem tabelas com os valores correspondentes a cada código.

Como saber quais certificados o pneu possui?

Veja na imagem o símbolo do Inmetro seguido do código da empresa fabricante.

O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) é o órgão certificador da qualidade do pneu. É ele quem realiza os testes específicos. Quando o produto é aprovado, recebe o símbolo seguido do código da empresa fabricante. No Brasil, todo pneu comercializado precisa ter o símbolo do Inmetro em sua lateral.

O pneu tem câmara de ar e protetor de borda?

Antigamente, os pneus eram dotados de câmara de ar, isso fazia com que furassem com mais facilidade. Hoje em dia, geralmente os pneus não possuem mais a câmara, o que é identificado na própria lateral do pneu com a descrição tubeless, ou seja, em câmara. Pneus com a descrição tube type significa que possuem câmara.

Outro fator a ser analisado é se o pneu tem protetor de borda ou não. É recomendado que se compre pneu com protetor, pois é mais resistente e duro, o que protegerá a roda e aumentará sua durabilidade. Esse tipo de pneu tem um formato de L e encaixa na roda. Isso assegura que a roda entre um pouco para dentro e o pneu sai mais para fora, formando uma proteção para as rodas.

O pneu sem esse tipo de protetor tem o formato mais arredondado e não possui paredes reforçadas.

Sentido de rotação do pneu

Poucas pessoas prestam atenção a esse item, . No entanto, é muito importante observá-lo, pois se o pneu for colocado no sentido errado, pode provocar desgaste irregular. Pneus unidirecionais têm setas indicando o sentido de direção para o pneu rodar. Então quem for montar o pneu deve prestar atenção a essa indicação.

Marca e modelo

Chegamos ao último detalhe a ser observado ao comprar um pneu novo: a marca e modelo do pneu. São tantas opções no mercado que muitas vezes ficamos confusos, sem saber por qual optar.

Ao escolher o seu novo pneu, você verá a marca do fabricante destacada na lateral do produto. É importante pesquisar as marcas e verificar qual oferece mais durabilidade e performance.

O modelo do pneu localiza-se logo após o nome da marca. É importante verificar o modelo para nos casos de reposição de apenas um dos pneus, por exemplo.

Agora que vimos onde está localizada cada característica do pneu, você estará preparado para analisar sua próxima compra. Fique atento a todos os detalhes para comprar pneus que estejam de acordo com seu veículo, bem como às características que oferecem segurança e durabilidade.

Se gostou de nosso post, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário. Até a próxima!

Share

Leave comment