Cambagem de pneus: o que é, quando fazer e qual a importância

Muitas pessoas ainda não têm conhecimento sobre a cambagem de pneus de carro. É uma técnica essencial para aumentar a vida útil dos pneus, bem como melhorar a direção do veículo.

Com a cambagem, o peso do veículo é distribuído pela banda de rodagem e, dessa forma, aumenta-se a durabilidade dos pneus. A técnica é aplicada ao ângulo de inclinação da roda, compensando, então, os esforços nas laterais dos pneus ao se fazer uma curva, por exemplo.

Se não for feita uma cambagem correta, poderá haver um maior desgaste dos pneus e, até mesmo, instabilidade nas rodas.

Mas fique tranquilo, basta continuar lendo este artigo que vamos explicar todos os detalhes desse processo tão importante para o veículo. E, após a leitura, você estará preparado para cuidar de seu carro em relação a essa técnica.

O que é cambagem de pneu do carro?

Vamos desvendar o que seria essa técnica tão importante para a boa manutenção dos pneus, que pode envolver o desempenho do veículo. A cambagem é simples e pode aumentar — e muito — a vida útil dos pneus. Trata-se do ângulo medido na roda em relação à sua inclinação vertical.

O ângulo pode variar em graus de acordo com cada veículo. Por isso, é importante verificar o valor especificado pelo fabricante do automóvel. Deve-se, também, manter o mesmo ângulo nas rodas dianteiras.

Existem máquinas especializadas em cambagem. Elas mostram perfeitamente o ângulo de inclinação para as duas rodas. Logo, você poderá conferir todo o processo da cambagem dos pneus de seu veículo.

O ângulo deve ser bem definido, porque compensa os esforços laterais na roda durante uma curva, e isso faz com que melhore a estabilidade do carro.

Quando fazer a cambagem?

Como agora você já sabe como funciona o processo de cambagem, então a dúvida poder ser: qual será o momento certo de fazer esse procedimento no carro?

A resposta para essa questão é simples: basta fazer quando chegar o momento de realizar o alinhamento e balanceamento no carro, geralmente a cada 10 mil quilômetros rodados.

Mas, se você transita por ruas e rodovias cheias de buracos, podem ocorrer alterações no ângulo devido às fortes pancadas ou, até mesmo, por carregar excesso de peso no veículo. Então, é sempre bom fazer uma revisão antes dos 10 mil km, a fim de substituir alguma mola defeituosa ou outro componente que venha tirar o camber do recomendado pela fábrica.

Fique de olho sempre no comportamento de seu carro. Se a suspensão não está trabalhando de forma regular, por exemplo, nesse caso precisaria levar a uma oficina para fazer uma revisão antes do prazo recomendado. Afinal, tudo isso pode afetar a cambagem do veículo.

Outro ponto que você pode verificar é observar o ângulo das rodas dianteiras, se estão em 90 graus. Se estiverem, ótimo, esse é o ângulo ideal. Mas se você observar qualquer diferença, então é bom também levar a uma oficina para regular.

Mas sempre leve a um profissional especializado para realizar o processo de cambagem e alinhamento e balanceamento, porque as oficinas apresentam os equipamentos necessários para não danificar seu veículo.

Vale lembrar que alguns especialistas não concordam com a regulagem do camber, porque a maioria dos carros não vem com o sistema de regulagem. Então, para mudar o ângulo, eles precisam utilizar um cilindro hidráulico. Dessa forma, voltam as rodas para a posição de fábrica.

Quais as vantagens desse processo e a importância que ele tem?

A principal vantagem de se realizar o processo de cambagem é aumentar a vida útil dos pneus. Pode-se, ainda, evitar alterações indesejadas na direção do veículo.

Vale lembrar que como no Brasil as ruas e rodovias costuma ser, em sua maioria, cheias de buracos e com muitas irregularidades, o carro pode sofrer alterações no ângulo das rodas dianteiras com mais frequência. Por isso, é importante também realizar a cambagem.

Ao realizar o processo de cambagem, você ficará mais seguro para circular pelas ruas e realizar uma curva com mais estabilidade. Dessa forma, trará mais segurança para você e sua família.

Quais são os tipos de cambagem?

Existe a cambagem positiva, negativa e a nula. Esta última é a mais comum que vemos nos carros que transitam pelas ruas no dia a dia.

Cambagem Positiva

A cambagem positiva ocorre quando os pneus estão voltados para dentro do veículo. Veja na imagem abaixo.

Cambagem positiva. Fonte: Google

Cambagem Negativa

A cambagem negativa ocorre quando os pneus estão voltados para fora do carro. Veja na imagem abaixo.

Cambagem de pneu de carro negativa. Fonte: Google

Cambagem Nula

Na cambagem nula, os pneus ficam com ângulo reto, ou seja, 90 graus. Esse é o ângulo ideal para os pneus atingirem a estabilidade e suportar o peso do veículo sem provocar desgastes nas rodas.

Por isso, é importante que você verifique as rodas dianteiras, avaliando se estão o mais próximo possível do ângulo de 90 graus. Um lado nunca pode estar mais inclinado que o outro.

Cambagem nula. Fonte: Google

Qual o custo da cambagem?

É um pouco complicado falar sobre os valores para se realizar a cambagem dos pneus, pois pode diversificar muito de oficina para oficina. Pode variar, até mesmo, de acordo com o estado ou cidade onde você estiver, já que as taxas e impostos em nosso país não são uniformes.

Mas a média geral é de que os preços estejam entre 280,00 e 480,00 reais, no total. Para carros comuns de passeio, cobram-se em média 70,00 reais por roda. Para outros tipos de veículos, pode ser que esse valor seja maior, chegando até a 120,00 reais por roda.

O importante é que você analise bem o local onde vai realizar o procedimento, se os mecânicos são de confiança, se possuem os equipamentos necessários, etc.

Como vimos, realizar o processo de cambagem de pneus no veículo é muito importante para manter a estabilidade das rodas e a direção do veículo. É sempre bom realizar a manutenção no seu carro da forma correta a fim de evitar problemas futuros, como acidentes, principalmente se você viaja muito e necessita fazer muita curva nas rodovias. Então, preze sempre pela sua segurança e a de quem estiver com você.

Agora que você já sabe mais sobre o processo de cambagem de pneus, ficou alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Deixe sua opinião nos comentários. Ela é muito importante para nós!

Além disso, continue seguindo nossas publicações para saber mais curiosidades desse ramo. Até a próxima!

Share

Leave comment