Calibragem de pneus de caminhonete: quais são os valores e as técnicas corretas?

Um dos pontos mais importantes de um veículo, seja carro ou caminhonete, é a calibragem. Ela deve ser feita periodicamente para que seja prolongada a vida útil do veículo. A recomendação é uma vez por semana. Mas você sabe qual a pressão ideal para realizar a calibração de pneus de caminhonete?

Essa especificação pode facilmente ser encontrada em um manual elaborado pelo fabricante. Geralmente há uma recomendação de pressão quando o veículo transporta até duas pessoas e quando há mais de dois ocupantes. Fora isso, alguns veículos apresentam diferença de pressão entre os pneus dianteiros e traseiros.

Caso você não tenha acesso ao manual, uma forma de saber a pressão correta é buscar o selo com essas informações, que é colocado na parte interna da porta, junto ao pilar de segurança, ou até mesmo na tampa de abertura do tanque de gasolina.

Um dos pontos mais importantes de um veículo, seja carro ou caminhonete, é a calibragem.

O que é a calibragem?

Calibragem é o processo de encher os pneus. Esse processo tem como função melhorar a estabilidade da caminhonete e aumentar a vida útil do veículo. Caso ele seja feito de forma errada, será não só prejudicial para o veículo, mas também colocará a segurança das pessoas em risco.

A calibragem é feita de maneira muito simples. Após saber a pressão do pneu, digite o número no visor da bomba de ar. Então retire a válvula do pneu, da mesma forma que se retira de um pneu de bicicleta, e encaixe a mangueira. A bomba avisará quando chegar a pressão desejada.

Qual a importância de calibrar os pneus da sua caminhonete?

Caso o pneu esteja com a calibragem baixa, aumentam os riscos de acidentes, já que a calibragem incorreta diminui a estabilidade do veículo, além de aumentar o consumo do combustível em até 25%. Além disso, os pneus também se desgastam mais rapidamente.

Pneus descalibrados também podem perder a aderência com o solo, aumentando riscos de aquaplanagem em pistas molhadas e aumentando a distância em freadas bruscas.

Já com a calibragem muito alta, o pneu também pode se desgastar mais rápido, pois seu trabalho é absorver o impacto, mas quando ele está mais cheio que o recomendado, pode fazer com que outras peças se desgastem mais rápido.

Com a calibragem correta, a estabilidade está garantida, assim como a segurança de todos no veículo.

Como fazer essa calibragem corretamente?

As pessoas geralmente calibram os pneus quando abastecem, mas nem sempre é possível fazer isso em um posto próximo. O problema é que para que a calibragem seja feita de forma correta, os pneus não devem estar quentes. Ou seja, para isso acontecer, o percurso deve ter até 1 km.

Caso não seja possível e a calibragem tenha que ser feita com os pneus quentes, é necessário acrescentar 2 libras (psi) sobre a pressão indicada, pois já existe uma pressão interna criada pelo ar quente. Em casos como esse, é melhor que faça outra medição com o pneu frio, se adequando a indicação do manual.

É importante saber também qual o uso do veículo. Por exemplo, a calibragem de pneus de veículos de carga é diferente da de veículos de passeio, devido ao peso que se leva.

Essa variação ocorre também quando se trata do tipo do solo. Recomenda-se uma baixa pressão para solos de areia ou lama, pois aumenta a superfície que ficará em contato com o solo, melhorando a tração.

Manter os pneus calibrados é fundamental para aumentar a vida útil das peças da sua caminhonete.

Manter os pneus calibrados é fundamental para aumentar a vida útil das peças da sua caminhonete. É um passo pequeno e simples que mantém sua família em segurança, além de economizar combustível e ainda prolongar a vida dos pneus. A troca de peças, nesse caso, é um gasto que pode ser remediado.

Tem alguma dúvida? Gostaria de saber mais sobre o assunto? Então comente e compartilhe este texto.

Share

Leave comment